Reiki: a Terapia Energética

Reiki é uma terapia de origem Japonesa, que através da imposição das mãos permite revitalizar, equilibrar e ajudar o individuo no processo de cura.

A palavra Reiki, de origem japonesa, significa Energia da Vida Universal, esta palavra consiste de duas partes:

▪  Rei - significa universal e refere-se ao aspeto espiritual, à Essência Energética Cósmica que permeia todas as coisas e circunda tudo quanto existe;

▪  Ki, em si mesmo parte de Rei, é a força desta energia vital que flui através de todos os seres vivos e os mantém.

O Reiki faz parte do espectro das terapias alternativas que vêm o indivíduo como um todo: corpo, mente e espírito. Ela pode ser utilizada em qualquer lugar ou situação, mesmo à distância e é complementar e integrativa, já que não exclui qualquer outra terapia que possa ser utilizada em simultâneo, nem realiza diagnóstico.

Assim sendo, podemos definir Reiki como:

Uma terapia holística que trata o individuo como um todo através de técnicas de imposição das mãos, no local afetado no corpo ou seguindo um processo de tratamento que visa a aplicação em várias partes do corpo, sempre respeitando a integridade de quem procura, que tem como objetivo realinhar o fluxo de energia vital.

Acredita-se que as raízes primordiais desta terapia remontam a épocas ancestrais tibetanas de cura natural, sendo que foi redescoberta e divulgada em 1922 pelo Mestre Mikao Usui, através da sua clínica/escola Usui Reiki Ryoho Gakkai.

A terapia Reiki assenta em cinco princípios fundamentais:

Só por hoje:

Não me irrito (ou “sou tolerante”);

Não me preocupo (ou “confio”);

Sou grato;

Trabalho honestamente.

E tem como ideia base de que tudo é energia e que todos os seres vivos se encontram conectados com a energia universal. Se o individuo se encontrar num estado de perfeito equilíbrio e harmonia, esta energia flui livremente e o estado de saúde mental, emocional, espiritual e físico do mesmo é perfeito, se por outro lado o individuo desenvolve bloqueios que impedem ou diminuem o fluxo desta energia o seu estado deteriora-se provocando doenças e transtornos.

Benefícios desta terapia são:

Promove o relaxamento profundo do organismo, aliviando e reduzindo ou mesmo libertando o individuo de estados depressivos, de stress e de ansiedade;

Fortalece o organismo, tornando-o mais apto a combater as patologias, promovendo e facilitando a cura e reduzindo dores;

Provoca no organismo uma sensação de profundo relaxamento, conforto e Paz;

Ajuda no processo de libertação das emoções, pode trazer alguma clareza a certas situações;

Torna o indivíduo mais autoconsciente e atento;

Limpa e energiza;

Reduz os efeitos secundários de alguns fármacos, incluindo quimioterapia;

Eleva a autoestima, melhora a memória, aumenta a criatividade e a intuição;

Excecional ferramenta de evolução pessoal e espiritual;

Ajuda a eliminar hábitos pouco saudáveis.

O Reiki pode ser procurado só para tratamentos e/ou autotratamentos ou mesmo com o intuito de tratar os outros.

No primeiro caso o individuo deverá procurar um terapeuta e o tratamento poderá ser feito sentado ou deitado, não existe necessidade de retirar a roupa, não existe manipulação física e o toque caso exista deve ser suave e leve. Sendo que o terapeuta deverá alertar para essa possibilidade, tendo sempre em consideração o livre arbítrio e o bem estar de quem o procura.

Nos últimos dois casos deverá procurar um instrutor/ professor de Reiki e fazer as iniciações ou níveis de Reiki, normalmente três, sendo que o último nível corresponde a dois: nível de terapeuta e nível de instrutor.

Cada nível tem o seu aprendizado e deve ser praticado de uma forma consciente, no mínimo durante vinte e um dias, sendo que após esse período cada individuo deverá sentir se deve e/ou quando deverá ser iniciado no nível seguinte.

Logo após o primeiro nível o individuo estará apto a canalizar a energia Reiki, sendo que só com a prática constante, evolução e aprendizagem do mesmo ela poderá fluir de uma forma mais consciente e eficaz.

Recomendamos que assistam ao vídeo: